Ousadia

Ousadia


Não é o sonho o começo do fazer acontecer grande. É a ousadia o começo de tudo.

A estrada do empreendedorismo não começa no sonho – como pregam muitos gurus motivacionais. O caminho do empreendedorismo não é reto, nem plano e não necessariamente vai conduzi-lo à riqueza e ao prestígio.
Se você tem menos de trinta anos e se encanta com as conversas sobre empreendedorismo, desconfie dos que se apresentam como “especialistas” no tema. Daqueles que, na verdade, não teem as feridas de guerra e que não vivenciaram, de forma profunda, a verdadeira dimensão da radical opção que significa ser empreendedor.
Quem sempre viveu a maior parte da vida com carteira assinada, que tem como o objetivo maior ter uma vida confortável, um bom patrimônio e um polpudo plano de aposentadoria; que apenas de forma episódica vivenciou a decolagem de um negócio, não está qualificado a ser um bom conselheiro sobre uma vida na qual o risco é parte inerente e significativa do dia a dia.
Inevitavelmente, tendo escolhido ser empreendedor, você vai errar, vai cair, vai acordar de noite muito antes de o despertador tocar, vai mergulhar em momentos de incerteza dolorosa, pode vir a ter que vender o carro na sexta para pagar compromissos inadiáveis na segunda, etc.
O empreendedor é alguém que tem a energia para trabalhar não apenas fora do horário comercial, mas trabalhar 7x24x365. Que não tira férias de forma regular, muito menos de trinta dias de duração. Que não tem planos de aposentadoria.
Não tenha ilusões quando os sábios da autoajuda te asseguram que o importante é o sonho e que se você desejar intensamente “o universo vai conspirar a seu favor”. Não é o sonho que realimenta e energiza o empreendedor ao longo dessa montanha russa.
É a ousadia.
O empreendedor deve produzir para suas necessidades uma ousadia inesgotável, da mesma forma que a aranha que produz o fio de seda ao longo de toda a sua existência. A ousadia é o verdadeiro motor. No princípio, no meio e no fim da jornada da vida de um empreendedor.
É essa ousadia que faz a diferença de realizar coisas grandiosas e especiais num mundo em que a maioria das pessoas vive em busca da segurança, da estabilidade e do conforto.
Não há problema nenhum em desejar a estabilidade e segurança. E se é isso sua aspiração maior, faça logo um concurso público. Essa é hoje, e ainda por mais algum tempo, a última ilha ainda não abalada em um mundo onde a inovação e a mudança são a regra.
Se sua opção por estabilidade e segurança não for tão radical; se isso pode ser relativizado considerando a opção de trabalhar em uma empresa que ofereça a você oportunidades de crescer e desenvolver junto com colegas, faça isso. Existem milhares de excelentes e dignas opções. Nesse caso, também não vale a pena perder tempo brincando de empreendedor.
 Mas se você reconhece a ousadia como traço central de sua personalidade. Cultive essa característica. Explore-a sem nunca confundi-la com agressividade. Você sim, pode ser um candidato a empreendedor. Isso não é garantia do sucesso. Mas é justamente o que vai fazer toda a diferença, pois como dizia Goethe: “a ousadia tem genialidade, poder e magia em si”.

0 comentários :

Postar um comentário

Anuncie sua marca me nosso Blogger